SE DEUS DESLIGASSE O RADAR?

“Pular o carnaval com moderação é o mesmo que pedir ao alcoólatra que beba conscientemente. Um copo após o outro; nunca ao mesmo tempo… O carnaval usa a máscara da libertinagem num corpo sensual dançando na pista escorregadia da imoralidade. E a conta da festa da carne será paga pelo espírito. Sem máscara, é claro” – Pr. Neir Moreira.

Compartilhe leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *